Países que não tem exército e nem forças armadas e porquê

Países sem exército

Ao todo existem 25 países no  mundo que não possuem exército e, embora a grande maioria são ilhas, não o tem porque a defesa do país encontra-se em forças públicas ou porque o país considera que o exército não é a melhor solução, ou a que mais convém ao seu pais na resolução de conflitos e, até certo ponto, confiam na diplomacia.

Como não é necessário ter forças armadas para ser reconhecido como país tem muitas regiões que até possuem forças armadas, entretanto, com sistemas diferenciados de uso dessa instituição. A exemplo está o fato de que em muitos lugares não há necessidade de alistamento militar, muito menos obrigatório como acontece no Brasil.

Países que não tem exército

A grande maioria dos países sem forças armadas são ilhas (Barbados, Dominica, Granada, Islândia, Kiribati, ilhas Marshall, ilhas Maurício, Micronésia, Nauru, Palau, ilhas Salomão, Samoa, San Kitts e Nevis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Tuvalu e Vanuatu) ou microestados (Andorra, Liechtenstein, Mónaco, San Marino, etc.)

1. Andorra

Entre os países que não precisam de Forças Armadas, destaca Andorra. Esta pequena nação entre a Espanha e a França está protegida pelos exércitos espanhóis e franceses. No entanto, nem sempre foi assim. Em 1914, uma pequena tropa de caipiras declarou guerra ao Império Alemão, mas foi transformada em corpo de polícia em 1931.

2. Costa Rica

Alguns dos países mais avançados do mundo, como é o caso da Costa Rica, também são de advogado, por não ter exército. De fato, o proibiram por lei, em 1949, e isso a fez merecedora de ser sede da Universidade da Paz, como a ONU e da Corte Interamericana de Direitos Humanos.

3. Cidade do Vaticano

Outra nação soberana que não tem exército é a Cidade do Vaticano, mas conta com uma polícia com função cerimonial e a Guarda Suíça, encarregada de defender a Sé Apostólica. Não obstante, é o estado italiano, que cuida da defesa do local, de forma extra-oficial.

4. Liechtenstein

Liechtenstein é também uma das nações que não conta com Forças Armadas próprias, sendo suprimidas em 1868. Apenas existiram em momentos pontuais durante os conflitos armados. O resto do tempo, é a Suíça que defende este pequeno estado do centro da Europa.

5. Principado de Mônaco

O Principado de Mônaco não precisa de exército, sendo suprimida no século XVII. Desde aquele momento, apenas mantém a Compagnie des Carabiniers des Prince, um curioso corpo policial que, basicamente, é a forma para cobrir a curiosidade de muitos turistas do lugar, mas que na verdade não tem muito mais trabalho que mudar de guarda no Palácio.

Estes são alguns dos países que não possuem ou não precisam exército. Mas não são os únicos. Podemos somar ao Haiti, Barbados, Ilhas Marshall, Islândia, noruega, Panamá, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *